Ações

Fluendo Crescit (flutuando cresce). É sob o lema descrito no brasão da Universidade Federal de Sergipe que gestores, pesquisadores, técnicos, terceirizados e alunos da UFS estão atuando na força-tarefa de enfrentamento à pandemia do coronavírus no estado. A instituição deu início às ações de combate à doença no dia 12 de março deste ano, ao instalar o Comitê de Prevenção e Redução de Riscos para a covid-19. O grupo de trabalho é presidido pelo vice-reitor, professor Valter Joviniano de Santana.

UFS instala comitê de riscos ao coronavírus

Comitê de Prevenção e Redução de Riscos frente à infecção pelo coronavírus (covid-19) foi criado com a atribuição de monitorar os riscos frente à comunidade universitária e aos parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde, além de propor à administração da UFS as medidas a serem adotadas para a efetiva redução de riscos acadêmico e administrativo, e atuar na relação da Universidade com a comunidade externa e órgãos de saúde do Estado para otimizar as ações frente à pandemia.

+ Confira aqui o Plano de Contingência da UFS

A primeira medida adotada pelo comitê foi a recomendação da suspensão de todas as atividades acadêmicas extracurriculares, como aulas inaugurais, eventos comemorativos, científicos, artísticos e culturais nos campi da UFS. Houve ainda a suspensão da autorização de viagens não essenciais - dentro e fora do país - de professores, alunos e técnico-administrativos. Com o avanço da pandemia, o comitê decidiu suspender as atividades acadêmicas presenciais, estabelecer normas para a execução do trabalho remoto, e adiar o início do próximo período letivo de aulas.

Central de Informações sobre a covid-19

A Liga Acadêmica de Farmacologia Clínica do campus Antônio Garcia Filho, em Lagarto, em parceria com o Centro de Informações sobre Medicamentos da UFS, criou a Central de Informações sobre a covid-19. A comunicação é feita via whatsapp. A parceria com a Liga Acadêmica em Inclusão dos Deficientes Auditivos e Surdos na Saúde permite também que o conteúdo seja acessada por surdos por meio do Laidass. Todas as perguntas são respondidas pelos alunos com supervisão dos professores.

Departamento de Farmácia produz álcool gel

Em um mês, o Departamento de Farmácia do campus de São Cristovão produziu uma tonelada de álcool gel e 1.500 litros de álcool glicerinado para instituições de Sergipe, entre elas os Hospitais Universitários de Aracaju e Lagarto, Hospital Santa Isabel, Secretaria de Segurança Pública, Defensoria Pública, Fundação Renascer, além de asilos e secretariais municipais. A produção está sendo feita em três laboratórios da universidade: Laboratório de Ensaios Farmacêuticos e de Toxicidade (LeFT), Laboratório de Desenvolvimento Farmacotécnico e Nanotecnologia (LADEFNT), e Laboratório de Farmacognosia. O material também está sendo produzido nos campi de Itabaiana, Lagarto e Glória. Professores, alunos e técnicos lideram a iniciativa solidária.

UFS produz protetores faciais para hospitais

A Universidade Federal de Sergipe, por meio da Fábrica de Software (Knuth), está produzindo protetores faciais para profissionais de saúde do Estado. A UFS integra a força-tarefa de instituições e empresas públicas e privadas na fabricação das máscaras de proteção para hospitais e unidades de saúde. A ação voluntária surgiu diante do aumento da demanda do uso do equipamento por conta da pandemia do coronavírus. Segundo o professor do Departamento de Sistemas de Informação da UFS e coordenador da Knuth, Marcos Dósea, a universidade doou 168 quilos de filamentos para impressoras 3D, possibilitando a fabricação de mais de 5 mil protetores faciais.

Cientistas da UFS na luta contra a doença

Pesquisadores da UFS estão atuando na linha de frente de divulgação científica sobre a covid-19. É o caso do professor do Departamento de Educação em Saúde e coordenador do Laboratório de Patologia Investigativa, Paulo Ricardo Saquete Martins Filho. Ele publicou um artigo na Pan American Journal of Public Health. O texto busca combater o consumo e o compartilhamento de notícias falsas nas redes sociais sobre a eficácia da mistura do éter e clorofórmio, conhecido como "lança perfume" ou "loló", no tratamento do novo coronavírus. O professor também divulgou um texto na Revista Science em defesa da ciência no combate à doença, no Brasil. A revista da American Association for the Advancement of Science é uma das mais prestigiadas do mundo.

HUL é referência no tratamento da covid-19

Em funcionamento desde o início de abril, a Unidade de Doenças Respiratórias do Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS) é uma das referências para o tratamento de casos de coronavírus em Sergipe, segundo o Plano de Contingência Estadual. A estrutura com 46 leitos, sendo 10 de UTI, e uma equipe assistencial exclusiva, formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e pessoal de apoio, está acolhendo pacientes com suspeita ou confirmação de covid-19 no estado.

O HUL-UFS também prepara a abertura de um hospital de campanha, com a ampliação de 20 leitos. Com investimento de quase R$ 4 milhões, o hospital provisório está sendo construído no heliponto da unidade numa área de 700 m². Além disso, para reforçar a força-tarefa no combate ao coronavírus, 69 novos profissionais, como médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, foram contratados pela Ebserh de forma temporária.

Pesquisadores mapeiam covid-19 em Aracaju

A Universidade Federal de Sergipe, em parceria com a Prefeitura de Aracaju, está mapeando a circulação do novo coronavírus na capital sergipana. A partir da testagem da população pela secretaria municipal de Saúde, o estudo de prevalência da covid-19 no município será elaborado pelos professores do departamento de Medicina da UFS, Roque Pacheco de Almeida, Amélia Ribeiro de Jesus e Enaldo Vieira de Melo. O objetivo é realizar 2.680 testes rápidos na população para a elaboração do mapa epidemiológico, a fim de auxiliar a tomada de decisões no enfrentamento à pandemia.

HUL e UFS capacitam profissionais de saúde

Quinhentos profissionais de saúde do Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS) estão sendo treinados para o atendimento a pacientes com casos de Covid-19. As capacitações de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos em enfermagem foram iniciadas no Centro de Simulações e Práticas da UFS, no campus de Lagarto, desde a confirmação dos primeiros casos de infecção do novo coronavírus no estado.

A estrutura de UTI simulada da universidade possibilita que cada profissional da equipe multidisciplinar seja capacitado por meio de simulação realística. Na prática, isso é feito a partir de estações de treinamento, como sequência rápida de intubação, ventilação mecânica protetora, reanimação cardiopulmonar, e paramentação e desparamentação.

Pró-reitorias da UFS divulgam chamada pública

As Pró-Reitorias de Extensão (Proex), de Graduação (Prograd), de Pós-Graduação (Posgrap) e o Centro de Educação Superior a Distância (Cesad) da UFS lançaram uma chamada pública conjunta com as normas e os procedimentos para inscrição e registro de atividades acadêmicas, culturais e artísticas desenvolvidas remotamente, e voltadas ao atendimento da comunidade universitária e sociedade em geral. As ações devem ocorrer durante o período de suspensão de atividades presenciais e medidas de distanciamento social em decorrência da situação emergência de saúde pública.

UFS produz sabonete líquido para doação

Dois laboratórios do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET) da Universidade Federal de Sergipe (UFS) estão mobilizados na produção de um item indispensável para a higienização das mãos: o sabonete líquido. O objetivo da ação solidária é doar os produtos, inicialmente, para instituições sociais localizadas na Grande Aracaju. Entre o processo de fabricação da substância e o envasamento artesanal em unidades de 500ml, o primeiro lote com 100L do material ficou pronto em um dia de trabalho.

HU-UFS abre 30 leitos para casos de covid-19

O Hospital Universitário de Aracaju (HU-UFS) colocou em funcionamento uma área com 30 leitos para atender pacientes com diagnóstico do novo coronavírus. São 14 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) e 16 de enfermaria. O prédio do centro cirúrgico do HU passou por adaptações para receber a nova estrutura. O hospital também mobilizou cerca de 80 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, assistentes sociais, nutricionistas e psicólogos, para atuar na linha de frente no enfrentamento à doença no Sistema Único de Saúde (SUS).

A superintendente do HU-UFS, professora Angela Silva, afirma que o hospital não funciona no sistema porta aberta para casos de covid-19. Neste caso, os pacientes são encaminhados para a unidade hospitalar pela Secretaria de Saúde de Aracaju.

Professores atendem pacientes através de app

A Universidade Federal de Sergipe mobilizou cinco professores do Departamento de Medicina para atuar na linha de frente no atendimento online a pacientes com o novo coronavírus no estado através do aplicativo Monitora Covid-19. A ferramenta permite realizar consultas virtuais no horário das 8h às 18h, monitorar a situação de pessoas com sintomas da doença, orientar o usuário sobre riscos de contaminação, e localizar uma unidade de saúde mais próxima, caso necessite de assistência presencial.

+ Baixe aqui o aplicativo Monitora Covid-19

João Cavalcante Filho, Priscilla Batista, Flávio Arcangelis, Adriana Arcangelis e Luciana Guimarães são médicos da área da família e da comunidade, e se uniram aos profissionais de saúde da Fundação Estadual de Saúde (Funesa) e da Secretaria de Saúde do Estado de Sergipe (SES) na iniciativa de prevenção e combate à pandemia.

97ª turma de medicina abrevia colação de grau

A UFS possibilitou a antecipação da cerimônia de colação de grau de 40 alunos da 97ª turma do curso de Medicina. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a formatura, que aconteceu na Sala dos Conselhos Superiores, no campus de São Cristovão, foi atípica: sem beca e acompanhantes, com exigência do uso de máscaras e luvas. Para evitar aglomeração, eles foram divididos em dois grupos. Os novos médicos solicitaram a abreviação do curso para reforçar o sistema de saúde do estado durante a situação de emergência de saúde pública neste período, de acordo com as regulamentações da universidade, seguindo as orientações técnicas do Ministério da Educação (MEC).

UFS inicia testes rápidos para mapear covid-19

A Universidade Federal de Sergipe iniciou o projeto de testagem rápida da população para o diagnóstico do novo coronavírus em Sergipe, com o objetivo de construir o mapa epidemiológico da doença no estado. Ao todo, serão 7.500 testes. O primeiro dia da ação aconteceu na feira livre do conjunto Eduardo Gomes, no município de São Cristovão, na Grande Aracaju. Quase 400 pessoas, que se enquadraram nos critérios de amostragem, como faixa etária, sexo e sintomas gripais, realizaram o teste rápido.

A força-tarefa envolve pesquisadores dos departamentos de Farmácia, Educação em Saúde, Medicina e Ciências Atuariais e Estatística. O cronograma de testagem será executado nos dez municípios mais populosos de Sergipe. Essas cidades concentram quase 90% dos casos confirmados da covid-19 no estado, segundo o Ministério da Saúde: Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Lagarto, Itabaiana, São Cristovão, Estância, Tobias Barreto, Itabaianinha, Simão Dias e Nossa Senhora da Glória.

+ Entenda porque isolamento é necessario

Sistema permite integrar resultados de testes

Com o objetivo de solucionar a falta de integração de dados sobre a aplicação de testes do novo cornavírus na população brasileira, a Fábrica de Software da Universidade Federal de Sergipe (KNUTH) desenvolveu um sistema que permite integrar os resultados de exames virais nos 5.570 municípios do país. A ferramenta Monitora SUS já pode ser acessada através do endereço: www.monitorasus.ufs.br

A proposta é reunir informações e gerar estatísticas, a partir do monitoramento de doenças infectocontagiosas, para auxiliar a gestão de saúde pública e economia de recursos públicos. Isso porque a plataforma possibilita que gestores dos estados e municípios brasileiros possam unificar os diagnósticos de testes rápidos e laboratoriais através de mecanismos de geolocalização para a realização de diversas análises.

STI implementa ferramenta para atividades

Alunos, professores e técnicos administrativos da Universidade Federal de Sergipe podem utilizar a ferramenta Microsoft Teams através do pacote Office 365, da Microsoft, inteiramente de graça, na modalidade online, em seus dispositivos pessoais ou de trabalho. Em 2018, a UFS fechou uma parceria com a empresa de software e produtos eletrônicos. A Superintendência de Tecnologia da Informação (STI), desde o ano passado, segue trabalhando para tornar o serviço disponível à comunidade acadêmica.

Plano de Ação Emergencial para estudantes

A UFS lançou um Plano de Ação Emergencial de Assistência Estudantil frente à Covid-19. O plano atende alunos previamente avaliados e assistidos através de programas de assistência estudantil cujos recursos recebidos, provenientes de bolsas de qualquer natureza e auxílios, somados, sejam inferiores a R$ 400 por mês. O Plano de Ação Emergencial da instituição eleva, então, de forma provisória e emergencial o valor mínimo recebido por estudante a R$ 400, beneficiando um total de 1.549 alunos.

Notícias